domingo, 19 de novembro de 2017
Um crime bárbaro chocou os habitantes do município de Unaí, região Noroeste de Minas. Quatro pessoas de uma mesma família foram mortas com o uso de um canivete em casa, durante a madrugada de ontem. O filho e irmão das vítimas, Fernando Ribeiro da Costa, 22 (foto), foi preso depois do crime. Segundo informações passadas pela polícia, ele confessou o assassinato.
Foto: Elaine Santiago/Portal Unaí

O crime ocorreu durante a madrugada, por volta das 2h30. O acusado contou à polícia que matou a família porque estava sendo agredido pelo pai, Valdeci Ribeiro dos Santos, 49, primeiro a ser morto com 18 perfurações no pescoço, feitas por um canivete. Em seguida, ele contou que a mãe, ao tentar proteger o marido, acabou sendo atingida pelo canivete. Maria Conceição da Costa, 39, foi morta com 12 perfurações, também no pescoço. 
                                                                        Foto: Elaine Santiago/Portal Unaí

Em seguida, as irmãs Sâmara, 19, e Amanda Ribeiro da Costa, 10, tentaram se esconder em um dos cômodos da casa, mas também foram mortas a canivetadas pelo irmão. "Ele confessou o crime e alegou ter agido em legítima defesa. "Foi uma confissão sem sentido. Ele agiu de forma fria e calculista", revelou Celso Ávila Prado (foto), delegado regional de Polícia Civil, que cuida de 12 municípios do Noroeste de Minas Gerais.
                                                                Foto: Elaine Santiago/Portal Unaí


Após o crime, o acusado contou à polícia que provocou um corte em seu próprio braço e em seguida ligou para o Corpo de Bombeiros do município pedindo socorro. "Neste momento, ele nem se referiu a nenhum integrante da família. Apenas pediu ajuda para si. Porém, os bombeiros acharam que era trote e não atenderam ao chamado", disse o delegado. Assim, o acusado foi a pé para um pronto-socorro próximo da sua casa. Ao chegar ao hospital, deu um nome falso para ser atendido. Após os curativos no ferimento do braço direito, Fernando voltou para casa, arrastou os corpos para os fundos, lavou a cena do crime e os empilhou perto da área de serviço, segundo a polícia.



Os vizinhos contaram que, entre 2h e 3h, acordaram ouvindo muitos gritos de socorro vindos da casa. Ao perguntar se precisavam de ajuda, o suspeito apareceu na janela e contou que nada de grave acontecia, que apenas uma de suas irmãs teria passado mal. Porém, ele disse que ela já estava melhor. Ontem de manhã, um dos vizinhos, desconfiado dos gritos na madrugada anterior, resolveu olhar a movimentação por cima do muro. Ao avistar manchas de sangue em alguns cômodos no interior da residência, chamou a polícia imediatamente. Ao entrar na casa, os policiais encontraram os quatro corpos empilhados debaixo de colchões na área de serviço, porém Fernando não estava mais. Um outro filho do casal, que não mora mais com a família e estava trabalhando pela manhã, informou à polícia que Fernando deveria estar na casa da noiva, onde o suspeito foi encontrado e detido.


 Foto: Elaine Santiago/Portal Unaí

Dinheiro seria usado para fugir


Fernando Ribeiro da Costa trabalhava como balconista em Unaí. O rapaz foi preso na casa da noiva. Com ele foram encontrados R$ 1.300 que seriam usados para a fuga. Dessa quantia, R$ 500 teriam sido dados pela noiva e o restante, R$ 800, o rapaz teria roubado do pai.



No momento da prisão, Fernando estava tranqüilo. Segundo o delegado Celso Ávila Prado, não foi esclarecido se o acusado teria algum envolvimento com drogas. Fernando foi autuado em flagrante e responderá por quádruplo homicídio. Cada pena varia de 12 a 30 anos de prisão. O pai de Fernando era motorista de ônibus e a mãe dona de casa. As duas irmãs eram estudantes.(AM)



quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Motorista do Uber devolve mala de Bruna Marquezine e vira galã na internet 


 Felipe Ribeiro viu a sua vida mudar da noite para o dia. O rapaz de 27 anos, motorista do aplicativo Uber, ganhou as redes sociais por conta da sua beleza e humildade após uma boa ação envolvendo a atriz Bruna Marquezine. Não entendeu? A gente explica.
 
Bruna Marquezine aproveitou o final de semana para curtir com os amigos no show 'Tardezinha' do cantor Thiaguinho. Ao sair da festa com mais dois amigos, a bela pediu um carro no aplicativo Uber em direção a uma outra festa na Barra da Tijuca. O que a atriz não contava era com um lapso de memória que a faria esquecer uma mala com objetos importantes dentro do veículo. No momento que deu falta da mala a protagonista da próxima novela das 19h, 'Deus Salve O Rei', usou as redes sociais para pedir a devolução dos objetos.
O rapaz fez a entrega da mala no dia seguinte à viagem de carro feita pela atriz. Os objetos foram entregues a mãe de Bruna, dona Neide, que ainda deu em nome da filha uma recompensa ao motorista.
Motorista de Uber vira sensação na web após ajudar Bruna Marquezine
Em entrevista ao site 'TV e famosos', Felipe que preferiu não falar sobre o valor que recebeu da ex de Neymar, revelou não ter reconhecido Bruna durante a viagem. "Estava muito tumulto na porta do evento e como ela entrou com mais duas pessoas nem percebi que era famosa", disse.
Em seus 15 minutos de fama, o rapaz conquistou diversos seguidores nas redes sociais, mas confessa que não entendeu a repercussão que o caso tomou por considerar sua atitude uma coisa comum. "Eu estou meio sem entender a proporção que tomou. Foi uma coisa simples, de repente, um monte de gente que não conheço começou a me seguir, comentando nas fotos. Esse carinho, eu achei bem legal", afirmou a publicação.
Para quem ficou babando pelo gato, podem tirar o cavalinho da chuva. Felipe é casado há dois anos e pai de um rapazinho de apenas dois meses. Para a publicação o motorista contou que a esposa não ficou com ciúmes dos holofotes voltados para ele e todos os elogios nas redes sociais. A gente deu bastante risada dos comentários. A história teve um bom desfecho. As pessoas gostaram da atitude, mas não fiz nada demais", reforçou o motorista.
                                                                  Vejam o vídeo

domingo, 12 de novembro de 2017

Um acidente inacreditável aconteceu após um casal decidir namorar dentro de um carro. Segundo informações, o casal estava tão empolgado que ocasionou a queda do veículo em uma ribanceira.

Pela primeira vez, na história dos acidentes automobilísticos brasileiro, um carro capotou parado, com um casal namorando dentro. O caso aconteceu na madrugada desta segunda-feira, em Assis, quando um casal parou o carro no acostamento de uma estrada para namorar,  mas antes que os vidros ficassem embaçados, o veículo sofreu uns balanços fortes e acabou virando, capotando e descendo a ribanceira.





Uma testemunha que passava na hora, no local, disse que viu o carro balançando para um lado, e para o outro e estranhou o movimento assustador. "Vi logo que não era uma coisa normal, porque casal normal balança só um pouquinho o carro, mas o que eu vi não era uma coisa comum, acho que por isso que o carro virou", disse a testemunha. 

A Polícia Rodoviária disse que nunca viu algo do tipo acontecer e que o balançado do veículo só pode ter sido muito forte, para fazer o carro virar. 

O casal sofreu pequenos ferimentos. Ambos foram levados ao hospital, mas passam bem. Com vergonha do ocorrido eles não quiseram gravar entrevista.

(Pelo menos se a menina engravidar vai poder dizer que foi um acidente) o veículo sair do lugar sozinho, os balanços teriam que ser muito fortes.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Fã que puxou cabelo de Sandy grava vídeo com pedido de perdão: “não sou psicopata” só queria um abraço.

A notícia do puxão de cabelo que Sandy levou no aeroporto de Aracaju, na sexta (3/11), repercutiu bastante no fim de semana. O vídeo, gravado pelo próprio fã-agressor, viralizou na Internet e acumula mais de um milhão de visualizações no Youtube. O rapaz de 23 anos, chamado Thiago (ele usa “Thiago Leah” nas redes sociais: Leah é segundo nome da cantora), agora pede desculpas. Ele gravou um vídeo e postou na Internet usando, inclusive, a palavra perdão. O fã garante que não era sua intenção machucar a artista.





“Eu não queria, mas foi algo mais forte do que eu, uma impulsividade. A emoção tomou conta de mim. Naquele momento, eu só pensava em abraçar a Sandy. Foi a primeira vez que a vi pessoalmente, de perto, e queria ter a oportunidade de abraçá-la”, diz. Em seu relato, ele explica que esticou o braço até o pescoço da cantora para puxar para o abraço (no meio do tumulto), e os seguranças o afastaram. Isso teria causado o puxão involuntário do cabelo. Jura que foi sem querer. “Eu não vi direito. As pessoas estão me criticando por uma coisa que não fiz. Não fui lápara puxar o cabelo dela. Eu só queria um abraço. Eu não queria fazer nenhuma maldade. Eu não sou louco, não sou psicopata, não sou nada disso que estão falando”.
Assisa ao vídeo na íntegra:

A cena da confusão – com direito a gritos da cantora enquanto o cabelo era puxado – segue abaixo:

Sandy se assusta e grita "Ai, menino! Meu cabelo!" O vídeo foi gravado pelo próprio fã. Ao ser repreendido pelos seguranças, o garoto fica preocupado em não recuperar DVD que entregou para Sandy.


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Lívia Gomes foi ao primeiro dia de provas do exame vestindo uma camiseta com a frase " Eu curto Libras", sem saber que o enunciado da questão dissertativa era sobre surdos

Uma candidata de Erechim, no Rio Grande do Sul, foi fazer o Enem usando uma camiseta com o tema da prova. Lívia Gomes, de 17 anos, que está tentando medicina, postou uma foto em seu Twitter com a camiseta “Eu curto libras” e brincou com a coincidência “Eu vou logo com a CAMISA DO TEMA DA REDAÇÃO MEU IRMÃO”.

Via: Sensacionalista 
Ela contou ao Sensacionalista, por DM, que resolveu usar a camiseta porque “era a única limpa que eu tinha”. Mas a aproximação de Lívia com as libras vai além da briga com o tanque de roupas.
Sua irmã namorou um surdo. As duas, então, fizeram um curso de libras. O namoro acabou, mas a camiseta ficou. E a incrível coincidência também. A estudante fez amigos surdos no curso de libras e mantém as amizades até hoje.
Adivinhar o tema, porém, não ajudou muito. “Achei a redação a parte mais simples da prova, deixei para fazer no final, então tive que fazer com pressa. Podia ter ido melhor kkkk”, disse ela.

Twetts:Liviagomz
Facebook: Livia.gomes000
Instagram: Liviagomz/


Quem sou eu

Minha foto

Adilene Martins, noiva, virgeniana 31 de agosto,  educadora física  de profissão. 

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Total de Visualizações

Me siga Retribuo

Quando seguir o blog me avise para eu poder retribuir

Popular Posts

Leitoras

Nome

E-mail *

Mensagem *

Quer pesquisar oque?